Memorial V - Páu-Brasil
Uma câmara ardente para as árvores brasileiras
Instalação - 2005

A partir da idéia de um memorial para as árvores brasileiras,
quatrocentos e vinte nomes de árvores foram selecionados de um dicionário, dos quais noventa por cento de origem indígena.
Os nomes gravados em placas de mármore colocadas ladoalado nas paredes laterais de uma sala,formam o espaço central da exposição, .
Numa ante-sala, caixas de luz e fotolitos em branco e preto, (nunca utilizados, datados dos aos 70) reproduzem árvores , florestas, madeiras cortadas.
Numa sequência, após a sala ilumidada dos mármores, entra-se num sala escura, ou câmara ardente, onde há uma projeção em dvd de imagens com o mesmo tema, com a sobreposição uma chama que queima permanentemente



  “Le Revers du Rêveur”. 1998/2003 (O despertar (reverso) do sonhador)

Já nos anos setenta, Vera CB fotografara imagens da televisão. Aqui, cinco fotogramas de uma velha película inglesa, que mostram algumas cenas da història de uma rainha e de seu amante, inspiraram esta instalação. As imagens são reproduzidas em caixas em “backlight”s$ao complementadas pela resconstrução imaginária de pertences dessa rainha, tais como seu vestido, cartas de amor, jóias, e seu diário, mostrados em vitrines.